Aqui você vai encontrar....

Dicas, sugestões, novidades sobre Tecnologia e os pensamentos de uma Mulher que sonha com um mundo melhor, que adora Gadguets em todos os seus sentidos e que pretende um dia ser uma expert em TI.

Entenda as siglas de informática





Para escolher seu novo microcomputador, notebook ou impressora, muitas vezes você precisa dominar uma arte bem especial: a leitura de siglas de informática. Criadas a partir de dados técnicos, tecnologias e lançamentos daquela temporada, por vezes ficamos às voltas com GHz, MB, PS2 e demais itens que nos ajudam a determinar a qualidade ou funcionalidades daquele aparelho.


Vou dar aqui uma ajudinha nas principais, tomando como exemplo os termos encontrados em uma ficha técnica de vários produtos.


- GHz: vem de Gigahertz e é usado normalmente para determinar a velocidade do clock do processador. Ou seja, quanto mais GHz, mas o processador será rápido em gerenciar informações. Em telefonia é também a unidade utilizada para medir a freqüência de telefones sem fio e demais aparelhos que utilizam sinais de rádio para seu funcionamento.  Nestes casos quanto maior a freqüência menor a possibilidade de interferências ou chiados na ligação.


- MHz: vem de Megahertz e, no caso de produtos de informática representa normalmente a velocidade com que as informações saem da CPU para a placa mãe, ou seja, no Barramento Frontal.


- MB / GB: é a sigla para megabyte, utilizado em diversos produtos para indicar capacidade de memória e/ou espaço útil em mídias como pendrives e HDs.


- LCD: vem de Liquid Crystal Display, ou Display de Cristal Líquido. São os monitores mais atuais que dispensam tubo de imagem traseiro e têm melhor definição de imagem.


- RPM: sigla para Rotações Por Minuto que indica a velocidade de rotação de discos rígidos (HDs). Quanto mais RPMs, ou seja, quanto mais vezes o HD girar numa mesma unidade de tempo, mas rápido será o acesso aos arquivos.  


- PCI: sigla para Peripheral Component Interconnect (Interconector de Componentes Periféricos), um tipo de conexão para conectar PCs. Tem capacidade de transferir 32 ou 64 bits a freqüências de 33MHz ou 66 MHz, oferecendo taxas de transferência suficientemente grandes para uma grande variedade de dispositivos. 


- PS2: a sigla é uma homenagem à primeira linha de computadores IBM que possuía as saídas para teclado e mouse neste padrão. Os conectores PS2 são usados até hoje em PCs modernos desafiando a praticidade do 
USB. Placas-mãe, mouses e teclados usam esta interface por ocuparem menos espaço e liberar as conexões USB para periféricos. Em 1997 foram definidas cores para os padrões de entrada/saída dos PCs e os conectores PS2 ganharam as cores lilás para teclado e verde para mouse.


- USB: vem da sigla de Universal Serial Bus (USB) é um tipo de conexão que permite a conexão de periféricos sem a necessidade de desligar o computador. Veio como solução para facilitar ao usuário comum a instalação de vários periféricos que, em outros modelos de interface necessitava a completa configuração e mesmo a instalação física interna de componentes.


- PPM: vem de Páginas Por Minuto e é utilizada normalmente em impressoras para apresentar o rendimento do equipamento em impressões contínuas.


- DPI: sigla de Dot Per Inch, ou Pontos por Polegada. É a famosa resolução que vemos descrita em impressoras e também em câmera digitais. Quanto maior a DPI melhor a definição da imagem registrada ou impressa.

0 comentários:

Notícias sobre TI

Visitantes

Quem é a Aprendiz

Minha foto
Blogueira, eterna estudante em Computação e Marketing, Mãe dedicada e apaixonada pela família. Sempre em busca do aperfeiçoamento Moral e Profissional.

Seguidores